terça-feira, 16 de outubro de 2012

25 aninhos! ^^



Pois é, chegaram os 25! Minha irmã mais velha fez questão de vir ao meu quarto, nessa madrugada, pra me dar os parabéns e me dizer como que a gente começa a se sentir de fato ficando velho a partir dos 25! rs. Bom, eu já sentia isso aos 24, mas aos 25 acho mesmo que as coisas vão ficando mais complicadas! rs.

Existe algo interessante nesse meu aniversário: não parece que estou de aniversário! rs. Isso é muito estranho, pois datas comemorativas sempre são muito solenes pra mim. Sempre são aquele momento de muitas meditações e prestações de conta comigo mesma, e olhos no futuro e tal. Especialmente no meu aniversário e em fim de ano, havia um hábito muito comum em mim: descobrir as resoluções e planos para o próximo ano. Isso sempre acontecia! Sempre surgia, na madrugada do meu aniversário, uma “frase-tema” para o ano que começava, algo que preparava os meus olhos para os passos que eu deveria dar. E, ainda há pouco, eu parei e pensei: “Nossa, amanhã é meu aniversário e não aconteceu nada de resoluções! Que estranho!”. rs. (Obs: desculpem meus tantos “rs” hoje. Estou de niver, ok? rs)

Tenho um aniversário diferente, então. Logo após chegar nessa conclusão inusitada, parei e um pensamento me veio à mente: “dessa vez estou vivendo o presente, ao invés de manter os olhos focados no futuro”. Isso trouxe um sorriso aos meus lábios e me pareceu muito verdadeiro. Fiquei feliz, pois existe algo realmente muito constante em toda a minha vida: a ansiedade. Sempre fui muito ansiosa, e quando penso nessa palavra sempre me lembro da minha mãe me dizendo, quando eu ainda era adolescente, que eu precisava ser menos ansiosa. rs. E ela não foi, de forma alguma, a única a me dizer isso. E eu sou mesmo assim. Enfrento a grande dificuldade de ter meus olhos sempre em busca do futuro – pensando nele, planejando cada mínimo detalhe de como ele deve ser e... esquecendo de viver o presente.

Então, dobrei os joelhos e agradeci a Deus, somente. Agradeci pois meu coração está em paz, tranquilo, sem aquela ansiedade de ficar pensando em tudo que acontecerá em cada área da minha vida durante esse novo ano de vida que inicia. Sim, alguns planos vieram à minha mente (não queiram milagre tão grande assim também! rs). Mas, dessa vez, foram planos mais imediatos, mais discretos, mais presentes. Não mais aquela vontade de ganhar o mundo inteiro de uma só vez, ou de mover uma montanha com a minha fé. Dessa vez, a visualização era da movimentação de algumas pequenas pedrinhas apenas, e isso já me deixou satisfeita. Um estudo bíblico na minha igreja com umas 6 pessoas, outro no meu trabalho com umas 5 carinhas, um (possivelmente) numa futura faculdade com alguns amigos e está bom. Já me deixou feliz.

É assim que comemoro meu 1/4 de século, então. Me sentindo ficando velha (rs), mas também mais paciente. Com um punhado enorme de coisas pra aprender, inclusive esse desafio de esperar, mas muito feliz com os pequenos aprendizados de cada dia que o Senhor tem me possibilitado. Com muitas expectativas pelo novo de Deus, mas com os olhos no presente e em qualquer coisa que seja que o meu Administrador Fiel queira fazer. Estou feliz e em paz, pois tenho tido provas mais que suficientes, durante estes 25 anos, de que Ele está SEMPRE no controle de todas as coisas. E de que Sua bondade supera por completo todas as minhas expectativas. E, portanto, tudo que Ele faz é sempre muito melhor do que eu poderia pedir.

Agradeço, peço perdão e espero que Ele não desista de me ensinar – e me ajude a aprender também. No fim, em todas as coisas dependo dEle. E é assim que quero viver mais esse ano. Agora, ficando velha de verdade! rs.

Bem vindos, 25 aninhos! x)

2 comentários:

Ágata Larsen disse...

Não sabia que tinhas feito os 25! parabens amada que Deus continue a brilhar na tua vida :)

Murii disse...

FELIZ 25 anos, é um número bonito apesar de eu não gostar de números ímpares haha

Querida ... não posso te desejar menos ou mais daquilo que Deus reservou especialmente para sua vida.
E desejar que exista paz em seu coração mesmo em meio a esse sentimento tão irritante, que é a ansiedade.

Deus te abençoe muito !
Te amo !