terça-feira, 26 de outubro de 2010

A beleza da Feminilidade

Achei esse texto lindíssimo no Retrato Beleza Feminina, blog de minha querida amiga Ágata, e não poderia deixar de compartilhá-lo aqui também. É uma meditação da Bíblia da Mulher sobre feminilidade, e palavras como estas, que descrevem e exaltam a essência e beleza da feminilidade projetada por Deus são sempre inspiradoras! Que elas inspirem cada uma de vocês também, pra glória do Senhor que nos fez mulheres! ;)

...........................................................



"A feminilidade é uma realidade projetada e criada por Deus - o seu dom precioso - e, sob um aspecto diferente, um presente gracioso também para os homens. A diferença entre homens e
 mulheres não é apenas uma questão biológica. Em todos os períodos da história da humanidade e até décadas recentes, o conceito geral era o de que as diferenças eram tão óbvias que não havia necessidade de comentá-las. Contudo, nunca tanto quanto hoje se faz mais relevante o lembrete de Paulo aos cristãos de Roma para que os padrões do mundo não venham a moldar-nos, mas sim, que deixemos Deus renovar o nosso interior, a nossa mente (Romanos 12:1).


Nem o homem nem a mulher são suficientes para abrigar, sozinhos, a imagem divina (Génesis 1:27). Os dois, no entanto, representam a imagem de Deus - um deles, de uma forma especial, o iniciador; o outro, o correspondente. Deus fez Eva a partir do homem e trouxe-a para o homem. Quando Adão deu o nome a Eva, aceitou a responsabilidade de "desposá-la" - de ser seu provedor, protector e líder. A submissão é o ingrediente básico da feminilidade. Como noiva, a mulher no casamento abre mão da sua independência, do seu nome, do seu destino, da sua vontade e, por último, no quarto nupcial, do seu corpo para o noivo. Como mãe, ela abre mão, no real sentido, da própria vida em benefício da vida do filho. Como solteira, ela rende-se de forma ímpar para servir ao Senhor, à família e à comunidade.

A feminilidade é receptiva. Ela aceita o que Deus dá. Noutras palavras, as mulheres devem receber o que lhes é dado, seguindo o exemplo de Maria, e não insistir no que não lhes é dado, repetindo o engano de Eva. Isso não implica que a mulher deva submeter-se a perversidades, como coerções ou conquistas violentas. O espírito manso e tranquilo do qual fala Paulo é o ornamento da feminilidade (1Pedro 3:4), que encontrou o exemplo ideal em Maria, mãe de Jesus. Ela estava disposta a ser um vaso escondido. Esse tipo de maternidade está à disposição de toda a mulher que se humilha diante do Senhor, não para que desempenhe simplesmente um papel biológico, mas para que exerça uma atitude de abnegação e de submissão ao Senhor. O desafio da feminilidade bíblica é que nós sejamos mulheres realmente santas, que nada pedem a não ser o que Deus deseja nos dar, recebendo com ambas as mãos, e de todo o coração, seja o que for. A feminilidade é um tesouro precioso para ser guardado e acalentado a cada dia."

4 comentários:

Adoradora de Cristo disse...

Manuxaaaa li o teu e-mail!! Por favor minha querida tens que ter muita paciência agora, pois ainda falta-me responder ao teu outro e-mail que me envias-te (tou atrasada com 2 e-mails) heheh #D i'm sorry!!! Mas vou responder!!! :D

Ahhh ficou super bem aqui o texto sobre a beleza da feminilidade!! Quão importantes são estas veredas! A feminilidade de uma mulher vê-se na sua postura diária em relação ao sexo oposto,ao marido, aos filhos, às amigas, à congregação, à sociedade em geral, a Deus e a nós mesmas ^^ Buscar estes padrões é dar um optimo passo em direcção àquilo que Deus projectou para cad uma de nós!! Beijinhos my sister!!

Aline Ramos disse...

Oi manaaa!! ^^

Oh, não precisa se preocupar em responder logo não! Fica tranquila, viu! ;) O e-mail é só pra mantê-los atualizados! ;P

Realmente, Ágata, descobrir os propósitos específicos de Deus em ter-nos feito mulheres é uma dádiva, e um importante passo para vivermos a grandeza do nosso chamado!

Beijos, querida!! O Senhor te guie sempre! ;)

Bárbara Soares disse...

olá Aline!
já tem um tempo que sigo o seu blog, e tenho que dizer que esse texto é realmente fantástico. já tem um tempo que tenho buscado em Deus o que é ser uma mulher, como ser uma mulher segundo o seu coração e não mais uma menina.
que o Senhor te abençoe!
um bjo!

Ana Carla Benet disse...

Encontrei seu blog hj fazendo uma pesquisa no google, pois, estou montando uma programação para as mulheres lá da igreja e o tema é "Resgatando a Feminilidade".

Lindo texto.

Um abraço